quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Resenha:" Obscura Surpreendente Apavorante Perturbador" Um livro de contos de terror.

Olá pessoal, tudo ok?

Galera, que tal um resenha um tanto diferente hoje? 

Satanismo, Rito, Sentinela eterna, Espíritos confusos e perturbados, cheios de raiva e mágoas...

Hoje trago a primeira resenha de um livro de contos, e claro o primeiro livro de contros não poderia ser de outro gênero se não o meu favorito "TERROR" 



"Obscura 
Surpreendente
Apavorante
       Perturbado"

Sobre o livro

Este é um livro com 5 contos de terror de arrepiar. Eles foram baseados em lendas urbanas e até mesmo na bíblia.

A introdução do livro nos leva a pensar sobre o medo, como é e de onde nasce o medo, os prazeres que ele nos proporciona, mas também, até onde estamos dispostos a sentir medo...

Até onde o sentimento de medo é agradável, e quando ele passa a ser apavorante e assustador...O medo do sobrenatural.



A edição...

Autor: Dark Gero
Ano: 2010
Editora: Universo dos Livros

Os contos

A cadeira de rodas
Espantalho
Caim
Obscura
Arlequim


Para mim o primeiro conto foi o melhor, e é sobre ele que eu vou falar, todos eles são muito assombrosos, obscuros macabros e aterrorizantes (do jeito que eu gosto) Aahahaha , mas o primeiro é o meu preferido...

A cadeira de rodas

Satanismo, Rito, sentinela eterna, espíritos perturbados e agressivos...
É nesse clima que o primeiro conto "A cadeira de rodas" nos conta o que aconteceu a Alessandra, uma jovem professora que passou no concurso público e se mudou para a cidade onde vai começar a trabalhar, por uns tempos ficaria morando num velho casarão, dividindo-o com mais três pessoas que ela nunca tinha visto na vida, parentes do atual dono da casa, amigo de sua mãe.

Em sua primeira noite no casarão ela já fora terrivelmente assombrada, com uma tempestade caindo do lado de fora, barulhos estranhos na casa, pessoas esquisitas, após algumas horas de sono ela foi acordada pelo celular, ao se levantar da cama percebeu sua cama arrumada, como pode se ela acabra de se levantar? Teria ela arrumado a cama sem perceber? Ela quis acreditar nisso....Pela manhã, um susto, a cadeira de rodas ao lado de sua cama, como? Ela tinha trancado a porta do quarto.
Isso é só um pouquinho do que acontece no primeiro conto, tem muito mais, muito mais horror e escuridão...

Contado em terceira pessoa, a narrativa é bem clara e não nos deixa a par de nenhum detalhe, detalhes que a própria Alessandra não percebe nós vemos. A narrativa é tão envolvente que nos faz acreditar que estamos assistindo tudo aquilo de muito perto.

Teve momentos que eu ficava tenso com a situação e  me imaginava no lugar dela ou junto com ela, escuro, chovendo, vozes, espíritos, velas....Cena de total terror. Tudo se encaixa neste conto, cada detalhe, cada coisa tem um porque e um significado importante, e quando vamos descobrindo os significados e os porquês, a sensação é de "Nossa, que incrível"...Me apeguei tanto a história que queria que tivesse mais coisas, o conto tem um final super concreto, mas sei lá, poderia ter sido mais longo rs...Só porque eu adorei.

A cena inicial do conto é a cena do final. Isso mesmo, o conto começa com a cena final, mostrando o que aconteceu com Alessandra e logo em seguida nos conta com detalhes como foi que aconteceu...

Bom galera, é isso aí! Eu gosto muito de contos, e se forem de terror eu gosto mais ainda. Aahaha...Espero que vocês tenham gostado da resenha tanto quanto eu gostei de escrevê-la... Um abração e...

Até a próxima...
Encontro com livros...








Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

2 comentários:

  1. Bela resenha! Parabéns pelo seu trabalho. Quem gosta de se assustar deverá gostar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, obrigado! Fico feliz que você tenha gostado...E sim, quem gosta de terror precisa ler este livro com urgência!

      Excluir

Quem sou eu?

Quem sou eu?
Davyd Santos é o idealizador e criaador do Blog Encontro com livros. Seu desejo por livros teve início em uma ilha em meio a personagens fantásticos e inusitados, lendo assim, em apenas algumas horas, o livro "Magno" da autora Maria Luiza de Queiroz. É poeta, desenhista amador, amante das artes e leitor assíduo. O mundo em que vive é o mundo que os livros estabelecem.

Curta nossa página no Facebook

Se inscreva no canal do Youtube.

Siga o blog

Siga-nos no Twitter

Entre em contato com nossa equipe

Nome

E-mail *

Mensagem *

Se inscreva no blog

Siga com o G+